fbpx

A diferença entre Marketing e Propaganda

As pessoas confundem marketing com propaganda. E não teria nenhum problema nisso, se o marketing não fosse confundido e substituído por ela.

Imagine como seriam todas as músicas se elas fossem compostas no improviso. Em tempo real, de frente para o público, as chances de insucesso são muito grandes.

Talvez por isso 60% das empresas vão à falência antes de completar 2 anos de vida. O marketing deve ter um caráter interno de planejamento enquanto a propaganda assume a execução dessa identidade.

Propaganda sem marketing estratégico é falar o que você quer para quem não quer ouvir.
Isso é um erro. A empresa deve falar a coisa certa, para o público certo, no momento certo. E depois disso entregar o que prometeu.

A orientação deve acontecer previamente, sempre para o desejo do público – mesmo que ele próprio não saiba o que quer. Assim, o marketing tem o papel de adaptar a empresa e produto aos anseios do mercado. Antes de estar diante do mercado.

O que é propaganda?

Propaganda vem de propagar. O conceito é simples. As empresas querem promover e outras mensagens e o fazem por meio de ferramentas de divulgação, os canais de marketing.

Quase tudo pode se tornar um canal de marketing. Basta ter criatividade, dinheiro para investir e uma boa ideia para veicular.

Vale lembrar que fazer propaganda bem diferente de comunicar. Na comunicação, a via é de mão dupla. Marcas que são comunicativas dão voz ao seu público – e costumam permanecer na lembrança dele.

A propaganda é, sem dúvida nenhuma, um dos braços mais poderosos do marketing, mas está abaixo do marketing. Até a melhor propaganda se torna vazia sem conteúdo prático do marketing. Ou seja, se a propaganda promete, a empresa deve entregar.

Por exemplo, não adianta uma montadora de carros fazer propaganda contra o aquecimento global enquanto continua produzindo carros sem consciência ambiental.

Equipe Cha Social Marketing

Compartilhar